Quanto tempo o esperma pode viver e como melhorar seu tempo de vida

É importante saber quanto tempo os espermatozóides podem viver se você estiver tentando ter um bebê. O esperma pode viver por até 5 dias dentro do corpo de uma mulher, e as melhores chances de engravidar é fazer sexo por volta da ovulação. Algumas pessoas querem saber quanto tempo o espermatozoide vive fora do corpo porque elas podem estar preocupadas com uma gravidez não planejada se algum sêmen entrar em contato com a vagina. O esperma não pode viver muito tempo fora do corpo porque o ambiente rapidamente mata os espermatozóides vivos.

O período de tempo que o esperma vive depende de vários fatores. Por exemplo, a qualidade do sêmen, o número de espermatozóides, onde ocorre a ejaculação, a umidade e a temperatura da superfície onde o espermatozóide está afetam a vida útil dos espermatozóides.

Existem muitos métodos naturais para melhorar a vida útil dos espermatozóides, o que pode, por sua vez, aumentar suas chances de conceber. O esperma viverá mais tempo se um homem cuidar de sua saúde geral, comer alimentos adequados, reduzir o consumo de álcool e parar de fumar.

Antes de descobrir mais sobre como melhorar naturalmente a vida útil dos espermatozóides, vamos obter respostas para duas perguntas: quanto tempo os espermatozóides podem viver dentro do corpo e quanto tempo os espermatozóides podem viver fora do corpo.

Quanto tempo o espermatozoide vive dentro do corpo?

A vida útil do espermatozóide dentro do corpo de uma mulher depende de várias circunstâncias. Segundo a Dra. Trina Pagano no WebMD, o esperma pode sobreviver dentro do corpo por até 5 dias.

Quando um homem ejacula, cerca de 100 milhões de espermatozóides são liberados no sêmen. No entanto, muito poucos espermatozóides vivem o suficiente para alcançar as trompas de Falópio e encontrar o óvulo que está à espera. De acordo com o Dr. Charles Linderman, da Universidade de Oakland, apenas uma pequena fração de espermatozóides que entra na vagina chega até as trompas de falópio. 2

O Journal of Clinical Investigation relata que há vários obstáculos ao longo do caminho que o espermatozoide encontra. Esses obstáculos incluem: passar pelo colo do útero até as tubas uterinas, chegar à tuba uterina direita onde o óvulo está e penetrar no óvulo para fertilizá-lo. Os cientistas dizem que os espermatozóides individuais ficam nas paredes das trompas de falópio por cerca de 24 horas. Quando a ovulação se aproxima, alguns fatores desconhecidos desencadeiam a liberação dos espermatozóides para se mover em direção ao óvulo liberado. 2

Esta é uma das razões pelas quais a saúde do esperma é tão importante se você quiser aumentar as chances de engravidar.

O esperma também pode viver na vagina durante o período de uma mulher. Na verdade, o espermatozóide ainda pode permanecer ativo no corpo por até 5 dias durante todo o ciclo menstrual. Dr. Rod Moser, da WebMD, explica que o sangue vaginal não impede a gravidez. 4

Como o esperma pode viver por até 5 dias no corpo, você ainda pode engravidar se tiver relações sexuais no final do período menstrual. Por exemplo, às vezes, a ovulação causa manchas vaginais entre períodos que podem ser confundidos com o início de um período. Ter relações sexuais na época da ovulação é quando você está mais propenso a engravidar.

Quanto tempo o espermatozoide vive fora do corpo?

O esperma não pode durar muito tempo fora do corpo porque o ambiente rapidamente mata o esperma vivo. Qualquer esperma que tenha secado é considerado morto e não pode engravidar uma mulher. 1

No entanto, porque o espermatozóide ainda pode viver por um curto período de tempo fora do corpo, ainda é possível engravidar sem ter relações sexuais. O Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido diz que o espermatozóide pode entrar na vagina se você ou seu parceiro tiverem sêmen nos dedos e tocarem a vagina. 5 Mesmo que as chances de engravidar sejam pequenas sem fazer sexo, isso ainda pode acontecer.

Naturalmente, o tratamento moderno da fertilidade também possibilita que a vida útil dos espermatozóides fora do corpo seja estendida por muitos anos se forem mantidos congelados. 6

Propaganda

Esperma Saudável para Gravidez

Para engravidar, é importante que o esperma seja saudável e que o sêmen seja de alta qualidade, para que ele tenha a maior longevidade possível. A revista Human Reproduction Update diz que o muco cervical filtra os espermatozóides que têm estrutura pobre e não são muito ativos. 7

De acordo com a Clínica Mayo, os espermatozóides saudáveis ​​têm uma chance maior de viver mais tempo no corpo de uma mulher e isso é determinado por 3 fatores: 8

  • Quantidade . Para aumentar as chances de engravidar, tem que haver o maior número possível de espermatozóides para fertilizar um óvulo.
  • Atividade . Para durar a distância, o esperma deve ser muito ativo para se contorcer e nadar até as tubas uterinas.
  • Estrutura . O esperma deve ter cabeças ovais e caudas longas para alcançar as trompas de falópio e fertilizar um óvulo.

Após a ovulação, um óvulo precisa ser fertilizado dentro de 12 a 14 horas. Isso significa que espermatozóides ativos e saudáveis ​​devem estar nas trompas de falópio durante esse tempo para você conceber. Se você sofre de um desequilíbrio hormonal , pode achar difícil prever a hora exata da ovulação. O aumento dos níveis de progesterona no seu corpo naturalmente também pode ajudá-lo a engravidar.

Então, quantos espermatozóides são necessários para engravidar? A resposta é apenas uma! No entanto, as chances de engravidar aumentam bastante com milhões de espermatozóides saudáveis ​​disputando a possibilidade de fertilizar um óvulo.

Como melhorar a vida útil do seu esperma

O que você pode fazer para melhorar o tempo de vida de seu esperma e aumentar sua fertilidade? A maioria dos médicos concorda com as seguintes formas de ajudar os espermatozóides a viver mais tempo:

Fique saudável

Ter um estilo de vida ativo e desfrutar de uma dieta saudável e equilibrada é uma ótima maneira de melhorar sua própria saúde física e a saúde de seu esperma.

British Journal of Sports Medicine descobriu um elo entre um estilo de vida sedentário e uma baixa qualidade de sêmen. Eles descobriram que o esperma dos homens que desfrutavam de atividade física regular era de maior qualidade, quantidade e atividade do que aqueles que assistiam televisão por tempo livre. 9

Outro estudo descobriu que o treinamento contínuo de intensidade moderada (MICT) era um dos melhores tipos de regimes de exercícios para melhorar a expectativa de vida dos espermatozóides. No entanto, o estudo também descobriu que o ciclismo intensivo tem um impacto negativo na saúde do esperma. 10

Propaganda

Em relação à dieta, a revista Human Reproduction descobriu que a dieta que consiste em peixe, frango, frutas, legumes, legumes e grãos integrais tem um impacto positivo na atividade espermática. 11 Outros estudos confirmaram que uma dieta saudável resulta em sêmen mais saudável. 12

Beba menos álcool

Outra maneira de melhorar o tempo de vida dos espermatozóides é reduzir o consumo de álcool. Parece que não é apenas a quantidade de álcool que é consumida, mas a frequência de consumo de álcool que afeta a qualidade do esperma.

Um estudo da Dinamarca descobriu que os homens que habitualmente consumiam álcool a cada semana tinham qualidade de sêmen menor do que aqueles que só tinham uma ou duas bebidas alcoólicas por semana. Há também uma ligação direta com a quantidade de álcool consumida e concentração de espermatozóides. Então, quanto mais álcool uma pessoa consome regularmente, menor é a contagem de espermatozóides. 13

Reduzir o estresse

Reduzir o estresse também pode aumentar a saúde do seu esperma e aumentar sua expectativa de vida dentro do corpo. Muito estresse psicológico pode ter um impacto negativo na sua saúde geral e estresse emocional também pode prejudicar a saúde do esperma.

Um estudo realizado pela Universidade de Columbia descobriu que o estresse é prejudicial para a qualidade do esperma e do sêmen. Eles descobriram que isso era devido a hormônios do estresse que afetam a produção e qualidade de testosterona e espermatozóides. O estudo descobriu que eventos de vida estressantes e estresse percebido têm um impacto mais negativo sobre a saúde do esperma do que o estresse no trabalho. 14

Parar de fumar

Fumar faz de você menos fértil e deixar de fumar melhora muito a qualidade, a atividade e a quantidade de espermatozóides.

Propaganda

A Dra. Laura Martin, da WebMD, relatou um estudo mostrando a ligação entre o tabagismo e a má qualidade do esperma. A razão para este link é que o fumo danifica os espermatozóides, tornando muito difícil fertilizar um óvulo. Mesmo que o esperma conseguisse fertilizar um óvulo, ainda havia um risco maior de aborto espontâneo. 15

Suplementos para aumentar a saúde dos espermatozóides

Alguns suplementos podem ajudar a sua fertilidade e aumentar a saúde do seu esperma. Por exemplo, WebMD relata em um estudo que uma combinação de suplementos de ácido fólico e zinco pode aumentar a contagem de espermatozóides. A partir da pesquisa, os cientistas descobriram que a fertilidade aumentou em quase 75% dos homens que tomaram os suplementos. 16

Outras formas de melhorar a qualidade do sêmen

Médicos da Mayo Clinic também recomendam algumas outras maneiras práticas de ajudar a manter seu espermatozóide de alta qualidade e melhorar sua vida útil: 17

  • Evite a exposição a toxinas e pesticidas, tanto quanto possível.
  • Use roupas íntimas folgadas.
  • Evite sentar-se em saunas e banheiras de hidromassagem por um longo tempo.

O que uma análise de sêmen lhe dirá sobre a qualidade do esperma

Muitos homens estão interessados ​​no tempo de vida e na qualidade de seu sêmen para descobrir o número e a qualidade do esperma que ele contém. Os testes de análise de sêmen geralmente são feitos para ajudar a identificar problemas de fertilidade.

Uma análise de sêmen incluirá os resultados dos seguintes testes:

  • O volume de sêmen.
  • O número de espermatozóides em cada mililitro de sêmen.
  • Com que rapidez o sêmen se transforma em líquido após a ejaculação.
  • A estrutura do esperma.
  • A atividade do esperma.
  • níveis de pH do sémen.
  • Contagem de glóbulos brancos (não deve haver glóbulos brancos no sêmen).
  • Nível de frutose (a frutose fornece energia para o espermatozóide).

A análise desses resultados pode ajudar os médicos a calcular o período de tempo que seu espermatozóide vive e o que precisa ser feito para melhorar a fertilidade.

Leia meus outros artigos relacionados:

Dr. Ángel Barba Vélez

O especialista Dr. Angel Barba, possui vasta experiência em Angiologia e Cirurgia Vascular. Tem o conhecimento necessário para prestar um serviço da mais alta qualidade e centenas de pacientes satisfeitos garantem. A formação e currículo profissional do Dr. Barba é muito extensa, e o destaque são mais de 200 apresentações, publicações. participação em congressos e conferências, além de inúmeros prêmios e cargos em diferentes organizações que confiaram em sua sabedoria e experiência.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *